Please upgrade your browser to make full use of twiends.   chrome   firefox   ie   safari  
Fábio de Melo
Eu sendo levado aos braços da famigerada segunda-feira.
Horas da tarde. O breve morrer do dia.
Ruídos rurais pra mim são silêncios.
Ainda sobre ontem. A lua que disseram, e a lua que eu vi.
A vida me roubando da cama, subjugando-me ao cansaço, à fadiga, ao abatimento.
A pessoa recebendo a notícia de que no almoço terá bife de fígado.
Exercício vespertino de Hermenêutica. Tentando compreender o que o anjo preso no triângulo faz na capa deste LP.
Como estou impossibilitado de acompanhar o MasterChefBR, resta-me finalizar a questão com o título deste LP.
E assim me despeço do dia.
Essa senhora é a vida. Faz essa cara sempre que reclamo dela.
Francesca fazendo a linha "não participo mas atrapalho".
Francesa, não suportando o companheirismo de Lucca e Matheo, e não se dispondo a participar, perde a oportunidade de ser simpática.
O de rosa é o amigo que todo mundo tem. Enquanto a gente se alegra ele fica refletindo a antropologia da alegria.
Estou vestido com a roupa enviada por tio Ambrósio Lamounier, chefe da segurança do Aerop. Charles de Gaulle. Saudade
Moro num país violento. Só me resta uma alternativa. Armar-me fortemente e proteger a minha casa.
Acabou o DVD, toca exaustivamente os 20s da música do Menú, e você tá paralisado de cansaço, sem condições de agir.
O fotógrafo foi Redbull. Me deu asas.
Obrigado, Campina Grande. Mar de gente, colorido que minha alma sempre guarda no coração.
A segunda feira debochando da cara da gente.
Eu nos braços da vida.
"E a coisa mais certa de todas as coisas não vale um caminho sob o sol" Caetano Veloso.




Twitter Sign-in
We are going to send you to Twitter to authorize twiends.
Please note that we never tweet or follow people without your permission.
Continue